728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads

AMCHAM leva executivos brasileiros para conhecer a LexisNexis Risk Solutions e outras empresas nos EUA

THIS POST WAS ORIGINALLY PUBLISHED ON THIS SITE Click Here To Read Entire Article

SÃO PAULO, 30 de novembro de 2017 /PRNewswire/ — Uma missão formada por executivos brasileiros, promovida pela AMCHAM Brasil, está nos Estados Unidos. O objetivo é aprimorar os conhecimentos sobre Compliance e medidas anticorrupção. A visita às cidades de Nova York e Washington, realizada entre os dias 27/11 a 1º/12, compreende extensa programação, incluindo visita à sede da RELX Group, da qual a LexisNexis Risk Solutions faz parte.  No grupo, estão representantes do Lemos e Associados, Tozzini Freire Advogados, Perisson Andrade Advogados e Bialski Advogados Associados e executivos de empresas como CBA, Itaipu, Oxiteno, Queiroz Galvão, Suzano Celulose, Kroton, entre outras.

De acordo com Ruben Delfini, responsável pela área de Compliance da LexisNexis Risk Solutions no Brasil, a visita apresentou aos empresários brasileiros o monitoramento de dados como estratégia de Compliance. A LexisNexis Risk Solutions é reconhecida pelo emprego de tecnologia de ponta na análise de dados que contribuem para o melhor gerenciamento de riscos. “Como empresa líder no fornecimento de informações, dados exclusivos e análises avançadas, as nossas soluções ajudam as organizações a prevenir crimes, alcançar a conformidade regulamentar, mitigar os riscos comerciais, melhorar a eficiência operacional e aumentar a lucratividade”, complementa Ruben Delfini.

Também fez parte da programação reuniões com os escritórios de advocacia Herbert Smith Freehills, especializado em questões financeiras, e o White & Case, que lançou recentemente o Global White Collar Crime Survey, uma pesquisa que compara medidas anti-suborno em diversos setores e jurisdições industriais.

A agenda incluiu ainda reuniões com professores da Columbia University para tratar das tendências de Compliance para 2018 e com o escritório de advocacia Paul Hastings para explorar casos de empresas multinacionais que atuam em setores bem regulados. Por atender diversas empresas com esse perfil, os especialistas do Paul Hastings compartilharam os desafios de construir uma estrutura de Compliance sob os regimentos do FCPA (Foreign Corrupt Practices Act), UK Bribery Act e, mais recentemente, da Lei Anticorrupção Brasileira.

O grupo conheceu ainda o Pacto Global, iniciativa da Organização das Nações Unidas para encorajar empresas a adotar políticas de responsabilidade social corporativa e sustentabilidade. O objetivo desse encontro foi explorar o background do trabalho anticorrupção da organização, bem como as ferramentas aplicadas contra a corrupção.

Em Washington, nos dias 29 e 30/11, os empresários participaram da 34ª Conferência Internacional FCPA (Foreign Corrupt Practices Act). Para finalizar, no dia 1/12, o grupo visita o U.S. Department of Treasury

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *