728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads
728 x 90 Leaderboard Ads

Enigma Software Group registra aviso de recurso levando caso contra Malwarebytes por práticas injustas predatórias para a 9a. vara

THIS POST WAS ORIGINALLY PUBLISHED ON THIS SITE Click Here To Read Entire Article

CLEARWATER, Flórida, 23 de novembro de 2017 /PRNewswire/ — O Enigma Software Group USA, LLC (“ESG”), fabricante do programa antimalware SpyHunter 4, anunciou hoje que registrou um aviso de recurso na Vara Distrital dos EUA em seu caso contra a Malwarebytes, Inc. Em outubro de 2016, o Enigma Software Group processou a Malwarebytes por bloquear ilegalmente clientes de usar o SpyHunter 4 do Enigma Software Group por meio de uma série de táticas predatórias. No início deste mês, um juiz distrital rejeitou a ação judicial do Enigma Software Group. Respeitosamente discordando do parecer do tribunal, o Enigma Software Group registrou agora um aviso de recurso para levar o caso à 9a. Vara Distrital de Apelações.

“Esse caso tem a ver com o combate às práticas comerciais injustas e à proteção da escolha do cliente”, declarou Ryan Gerding, porta-voz do Enigma Software Group. “A Malwarebytes tornou praticamente impossível que nossos clientes usassem nosso software da maneira que desejam.”

O Enigma Software Group argumenta que o bloqueio do SpyHunter 4 por parte da Malwarebytes está muito distante de meramente recomendar seu produto em detrimento de outros. Além de colocar em quarentena e desativar o SpyHunter 4, a Malwarebytes também torna difícil aos usuários instalar o SpyHunter 4 – deixando, portanto, o programa praticamente inútil. Essa tática da Malwarebytes contra um forte concorrente nega os direitos de os clientes escolherem o software de segurança de sua preferência.

Além disso, a Malwarebytes argumenta que a seção 230 da Lei de Decência nas Comunicações concede à empresa poder ilimitado para bloquear, colocar em quarentena e desativar qualquer programa de software que lhe pareça “de alguma forma objetável”, e que a empresa não tenha sequer a necessidade de agira de “boa-fé” ao fazer esses juízos arbitrários. O Enigma Software Group acredita que isso é uma perversão do real significado intencionado pelo estatuto.

A Malwarebytes identificou o SpyHunter 4 como um “Programa Potencialmente Indesejado”, quando isso não poderia estar mais longe da verdade. Os clientes do Enigma Software Group voluntariamente baixaram o SpyHunter 4, voluntariamente instalaram o SpyHunter 4 e voluntariamente pagaram pelo uso contínuo do SpyHunter 4. Ainda assim, a Malwarebytes acredita tratar-se de “Potencialmente Indesejado”. Centenas de clientes pagos do Enigma Software Group reclamaram por não ter acesso às proteções do SpyHunter 4 pelo fato de a Malwarebytes ter começado a desabilitá-lo no ano passado.

“Nós acreditamos que os clientes devam

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *